sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Transforme sua caneta Bic numa colher, garfo ou faca

Particularmente, acho que não funciona. Principalmente a faca que geralmente só serve pra irritar a gente!









Fonte: http://www.designboom.com/weblog/cat/8/view/12910/zo-lofts-din-ink-now-in-production.html

Penteado infantil: rabo de cavalo com trança

Fazer um rabo de cavalo é a forma mais prática de prender os cabelos das meninas, mas o visual da sua filha não precisa ser igual todos os dias. A hair stylist Adriana Cordeiro, do salão de beleza especializado em crianças GlitzMania, ensina o passo a passo deste rabo de cavalo incrementado com uma trança e fitas coloridas.


Escove os cabelos, desembaraçando os fios. Vá puxando os fios para trás com um pente fino, começando pelas laterais e formando uma única mecha. Para controlar os fios rebeldes passe uma pomada anti-frizz da raiz às pontas. Em seguida, passe uma escova para acomodar os cabelos em suas mãos.

Abra um grampo e passe um elástico de borracha por dentro. Introduza o grampo na vertical no meio do cabelo e dê voltas até o elástico ficar bem ajustado. O que restou do elástico, encaixe no grampo.


Passe a prancha para deixar o rabo de cavalo perfeito. Separe uma mecha e faça uma trança fina, prendendo-a com um elástico transparente.

Utilize fitas coloridas para deixar o penteado descontraído. Passe as fitas por baixo do rabo de cavalo, dê voltas para cobrir o elástico e capriche no laço.


Se quiser dar um toque especial, utilize spray de brilho para cabelos.



O penteado está pronto!



Fonte: BBel - Um estilo de vida

A escova ideal para o seu cabelo


Quando o assunto é beleza e vaidade, os cabelos ocupam boa parte das preocupações da maioria das mulheres. O cuidado com a cabeleira só termina após finalizarmos a escovação e, pode não parecer, mas escolher a escova certa faz verdadeiros milagres. Por mais sedosos que sejam os fios, ela é item determinante para manter a integridade, a beleza e o brilho dos cabelos.

Para cada tipo de cabelo existe uma escova ideal que deve ser escolhida de acordo com a espessura do fio. "Existe uma regra básica: fios grossos pedem escovas de diâmetro largo e cerdas espaçadas. Já os fios finos pedem escovas com cerdas bem juntas. Os longos pedem escovas grandes, mas essa regra pode variar de acordo com a finalidade do uso", ensina o cabeleireiro Rogério Moraes, do Estúdio B, em São Paulo.

O cabeleireiro e escovista do Top Milano Beauty Hair, Sidney Matias, lembra que escovas possuem dois tipos de cerdas, as flexíveis (que normalmente são feitas de pelos) e as garras, que são hastes de plástico pouco flexíveis. As cerdas são responsáveis por lustrar e dar brilho, enquanto as garras dão formato aos fios.

Sidney também menciona que é essencial analisar a circunferência das escovas redondas antes de escolher a melhor para o seu tipo de penteado. "Escovas de circunferência menor deixam os cabelos mais cacheados, enquanto as de maior circunferência tem a propriedade de alisar", ressalta.

Para garantir a beleza dos fios, existe uma infinidade de tamanhos e modelos de escovas, inclusive com diferentes funções: desembaraçar, alisar, massagear, fazer a escova dos sonhos, simplesmente pentear ou diminuir o arrepiado.

Independente do tipo de cabelo ou da escova escolhida, uma regra é importantíssima na hora de escovar os cabelos: cabelos devem ser desembaraçados secos ou levemente úmidos, pois os fios quando molhados ficam elásticos e podem quebrar.

Cada tipo de cabelo possui sua particularidade, por isso, preparamos dicas para facilitar na hora de escolher a escova ideal.

Cabelos cacheados:

Esse tipo de cabelo sofre com a escovação, pois perdem os cachos e ganham volume. Por isso, não ultilize escovas, apenas desembarace os fios molhados e seque com difusor. Um ativador de cachos deixa os cachos mais definidos e brilhantes.

Se a intenção é alisar, escolha uma escova de acordo com a espessura do fio: cabelos grossos, cerdas e garras espaçadas, cabelos finos, cerdas e garras aproximadas.

Cabelos crespos:

Quem tem cabelos crespos deve optar por pentes com dentes largos. Segundo Fernando Paolo, do estúdio Fernando Fernandes especializado em cabelos crespos, esse tipo de fio não aguenta o atrito da escova. "Por ser um cabelo muito fino, os fios quebram facilmente com o uso das escovas", alerta Fernando

Cabelos lisos:

Para cabelos lisos e grossos a regra muda um pouquinho. Você pode usar uma escova de cerdas e garras mais estreitas.

Geralmente fios lisos ficam elétricos após serem escovados e para evitar que isso aconteça, use escovas com garras de madeira nos cabelos secos.

Se você quer volume na cabeleira, escolha uma escova redonda e grande e vá levantando a raiz com movimentos circulares de baixo para cima.

Cabelos quimicamente tratados e quebradiços:

Escolha escovas de cerdas naturais para desembaraçar e dar brilho aos cabelos fracos e quebradiços. Os modelos mais indicados são os que possuem cerdas sintéticas associadas às cerdas naturais de javali, pois levam a oleosidade do couro cabeludo ao comprimento de forma suave e não arrebentam o fio.

Fora a infinidade de escovas, existe ainda os pentes. Segundo Sidney, os pentes são ideais para dividir o cabelo e prepará-lo para um penteado. "Eles também são ótimos para desembaraçar, mas se usados de forma errada, podem danificar os fios" alerta o especialista. O cabeleireiro afirma que o ideal seria utilizar o pente em cabelos curtos e médios, pois cabelos longos tendem a ter mais nós, o que faz com que o pente quebre os fios quando não consegue passar pelo cabelo. Outra função do pente é distribuir melhor o condicionador ou o creme na hora do banho.

Sidney lembra que é importante lavar as escovas e pentes pelo menos uma vez por mês com água e shampoo. "Depois de lavá-los, é preciso tirar todos os fios de cabelo da escova com ajuda de um pente e deixá-los secando ao sol", salienta o especialista. Pentes e escovas de madeira não devem ser molhados, pois podem criar fungos e trazer problemas ao couro cabeludo.

Trocas de escovas devem ser feitas assim que as garras não estiverem mais firmes e as cerdas estiverem achatadas, o que dificulta a passagem pelos fios.


Fonte: BBel - Um estilo de vida

terça-feira, 8 de novembro de 2011

São Paulo: uma lista de lugares interessantes para badalar e se inspirar

Arquitetos e designers criam projetos autênticos para restaurantes, bares, cafés e casas noturnas. Conheça os endereços na cidade que, além de boa comida, boa bebida e até boa música, têm decoração que por si só já vale uma visita

Móveis de estilo clássico compõem a decoração rebuscada da casa noturna The Society. O conceito é do arquiteto Sig Bergamin

THE SOCIETY

As ruas históricas do centro de São Paulo são repletas de casarões antigos, tombados pelo patrimônio histórico. Em uma dessas construções, está a casa noturna The Society, nova empreitada dos empresários André Almada e Klaus Ebone. O ambiente decorado pelo arquiteto Sig Bergamin brinca com móveis de linhas clássicas, muito comuns ao cotidiano da aristocracia do século 19. O estilo luxuoso é composto de lustres de cristal, arabescos no teto e quadros de pintura a óleo. É como se um nobre boêmio morasse no local e promovesse grandes festas para a elite paulistana. Aos visitantes, um aviso: nada de regatas ou chinelos. A balada prega pela elegância também no vestuário. R. Marques de Paranaguá, 329, tel. (11) 3154-1669, Consolação, São Paulo, SP.



A fachada colorida chama atenção de quem passa na frente do Sofá Café. O painel colorido, feito com técnica do estêncil, foi concebido em parceria com o Laika Design. O mobiliário repaginado é assinado pelo Superlimão Studio. À dir., na parede de tijolos aparentes, o slogan da marca recebeu destaque especial


SOFÁ CAFÉ

A pequena casa de dois andares abriga um café de delícias orgânicas e de decoração ecologicamente correta. O projeto assinado pelo Superlimão Studio reutilizou peças que já existiam no local e as transformou em mobiliário inteligente. “A nossa intenção era amenizar o impacto ambiental. Brincamos com as cadeiras típicas de qualquer bar. Os assentos foram empregados como mesas laterais e os encostos, inseridos nos bancos de madeira de demolição desenhados pelo escritório”, conta Sérgio Cabral, um dos arquitetos do Superlimão. Sofás vintage acomodam visitantes que desejam almoçar ou desfrutar de um café gourmet – feito com uma mistura exclusiva de grãos. R. Bianchi Bertoldi, 130, tel. (11) 3034-5830, Pinheiros, São Paulo, SP.



O clima de casa de avó reina na decoração do Las Chicas. Desenhada pela
arquiteta Tania Eustáquio, a estante branca produzida
para o bistrô acomoda a linha de louças e acessórios para cozinha,
vendidos no espaço

LAS CHICAS

A nova casa da chef Carla Pernambuco em parceria com a sócia Carolina Brandão abusa da decoração aconchegante e intimista, com ares de bistrô europeu. O projeto de autoria da arquiteta Tania Eustáquio investiu em paredes de tijolos e vigas aparentes, e móveis curingas feitos sob medida. “O restaurante traz um apanhado de coisas encontradas na casa da vovó, como as cadeiras e luminárias coloridas”, conta Tania. O cardápio de comidas, salgados saudáveis – quiches, empanadas e pastéis assados – e doces caseiros segue a mesma linha. R. Oscar Freire, 1.607, tel. 3063-0533, Pinheiros, São Paulo, SP




DONOSTIA

Para um restaurante basco, uma taverna contemporânea. Essa é a premissa que norteou o trabalho do arquiteto Vitor Penha. “Garimpamos materiais em ferros-velhos e lojas de antiguidade para compor a cenografia despojada do lugar”, diz ele. O balcão de 9 m, produzido sob medida, tem acabamento de grades antigas soldadas uma a uma sobre um veludo vermelho, como em um patchwork. É lá que ficam expostos os aperitivos típicos dessa culinária, como a tortilha de batata. O mobiliário resgatado, com bancos e cadeiras de metal, segue o mesmo estilo da decoração. R Simão Álvares, 484, tel. (11) 3034-0996, Pinheiros, São Paulo, SP


A parede do restaurante ganhou pintura explicativa, com os
tipos dos cortes de carne e um letreiro luminoso.
Nos trilhos das luminárias foram pendurados
ganchos resgatados de açougues inativos


No banheiro, uma colagem de antigas propagandas e folhas de revista decora o espaço. A frase “Você é linda”, fixada com estêncil e tinta spray, promete levantar o ânimo das mulheres
A placa de madeira de demolição foi customizada pelo proprietário. Pony é uma abreviação para Piece of New York (em português, um pedaço de Nova York). O cardápio da hamburgueria é escrito na parede pintada com tinta de lousa


BUTCHER’S MARKET

A hamburgueria é inspirada em Nova York. “A nossa ideia era reproduzir o ambiente dos restaurantes do Brooklyn, que ficam em galpões ou em lojas escondidas do grande público”, conta o dono, Ryan Kim, que assina o projeto com o designer Jae Kim. Para compor a decoração urbana, as paredes foram descascadas com o intuito de deixar os tijolos aparentes e receberam ilustrações com os cortes das carnes utilizadas na cozinha da casa. Luminárias de ferro, ganchos e letreiros luminosos, garimpados nos Estados Unidos, dão um charme industrial, típico de um butcher’s market (em português, açougue). R. Bandeira Paulista, 164, tel. (11) 2367-1043, Itaim Bibi, São Paulo, SP.



Ladrilhos hidráulicos descobertos durante a reforma causam impacto logo na entrada do Tavares. O restaurante funciona também como um empório de comidas orgânicas. Mobília assinada pelo designer Ramon Porteiro

TAVARES

O casarão da década de 1950 abriga um restaurante e um empório de delícias caseiras. A construção, reformada pelo arquiteto André Luque, não perdeu as suas características principais. As esquadrias da janela foram lixadas e voltaram a sua tonalidade original, de pinho-de-riga. As portas ganharam trilhos e vidros. Já os ladrilhos hidráulicos pretos e brancos foram descobertos ao acaso durante a mudança e mantidos na decoração. “Queríamos criar aquela sensação de casa que tivesse, ao mesmo tempo, um toque contemporâneo. Para isso, inserimos ripas de madeira em todo o teto. Elas escondem as vigas de aço que sustentam o segundo andar e criam uma sensação de continuidade”, explica o profissional. R. da Consolação, 3.212, tel. (11) 3062-6026, Jardins, São Paulo, SP.



O café do Theatro Municipal moderniza-se nas mãos dos
designers Fernando e Humberto Campana. O mobiliário
antigo reformado divide espaço com peças geométricas e
esculturais assinadas pela dupla

CAFÉ DO THEATRO MUNICIPAL

Além da restauração da fachada centenária, a reforma do Theatro Municipal trouxe outro atrativo: um café com mobília desenhada pelos irmãos Fernando e Humberto Campana. O espaço já existia desde a década de 1980, mas foi revigorado pelos designers. Na decoração, as mesas e luminárias geométricas de latão mesclam-se com as cadeiras de época, que apenas foram reformadas. Atrás do balcão de madeira, um espelho de cor bronze (formado pela junção de vários pedaços) complementa a ambientação histórica. A intenção é que o local volte a ser frequentado durante o café da manhã e o chá da tarde e, principalmente, no intervalo das óperas. Praça Ramos de Azevedo, s/nº, tel. (11) 3397-0300, Centro, São Paulo, SP.

Fonte: Revista Casa e Jardim
Texto Julia Benvenuto | Fotos Ilana Bar

Feng Shui

Feng Shui da Fortuna: 20 lições e dicas para atrair sucesso e boa energia para você e sua empresa

Algumas dicas para ajudar na circulação de uma boa energia em sua empresa:

Para que haja um bom fluxo energético em sua empresa, conseguido através das técnicas do Feng Shui, é importante que sejam seguidas algumas recomendações:

01- Evitar que as pessoas sentadas às escrivaninhas fiquem de costas para as janelas, para que a claridade não incida sobre elas, projetando sombra na mesa de trabalho.

02- Que as pessoas não fiquem interceptando o fluxo do Ch`i (energia prânica) entre a janela e a porta do compartimento.

03- Que não haja mesa com pessoas trabalhando de costas para a porta do compartimento. Esta situação trará instabilidade emocional, fazendo com que as pessoas fiquem apreensivas com a energia que poderá surpreendê-las. A cura será instalar um espelho como retrovisor para que sejam visualizadas pelo usuário da mesa, as pessoas e energias que cheguem.

04- Que a incidência da luz aconteça da esquerda para a direita das pessoas, de modo que o aproveitamento luminoso seja total e não projete sombras.

05- Que o revestimento do mobiliário esteja em perfeitas condições; isto é, que os folheados ou os materiais melamínicos não estejam lascados (faltando pedaços), ou manchados.

06- Que dobradiças de portas dos armários ou os rodízios das gavetas estejam funcionando facilmente sem rangidos.

07- Que o estofamento de cadeiras e sofás estejam em perfeita conservação.

08- Que não haja espelhos em frente às mesas de trabalho com grandes dimensões para não estressar as pessoas.

09- Que a iluminação artificial seja projetada por um especialista de iluminotécnica de modo a atender com eficiência o tipo de atividade desenvolvida na área, economia no consumo de energia elétrica e o conforto visual, sem agressão.

10- O mobiliário deve ser escolhido de acordo com o estudo do fluxo energético que será necessário para as atividades que serão ali desenvolvidas, e com o layout (disposição das peças). Ambientes com excesso de móveis impedem a circulação da energia prânica Ch`i.

11- Para a cor do teto é sempre bom usar branco neve fosco. Para as paredes, deve-se fazer um estudo cromático de acordo com o tipo de atividade que ali será desenvolvida; como exemplo, se a atividade exigir acuidade visual, evite a cor azul para que não dê sono nos funcionários. Se for um consultório de psicologia, psicanálise, psiquiatria, evite cores quentes como o vermelho ou o laranja.

12- Que os objetos de harmonização sejam discretos, pois estamos tratando com um ambiente profissional, e não residencial. Como exemplo de harmonização para este setor, você pode utilizar o seguinte critério:

? Faça um desenho de seu escritório numa folha de papel em qualquer escala, representando as medidas exatas do compartimento (planta baixa).

? Meça todos os móveis e desenhe-os sobre a planta.

? Desenhe sobre a planta com uma caneta vermelha, uma figura geométrica octogonal (polígono com oito lados), a qual chamamos "Baguá".

? Agora precisamos dar nome a cada lado do baguá. Pela Escola do Chapéu Negro, a sua porta social só poderá estar no guá (lado) da Espiritualidade, da Carreira ou dos Amigos. Você estando dentro do cômodo e olhando para o lado esquerdo da porta, terá o guá dos Amigos. Caso a porta esteja no centro, o guá é a Carreira ou Trabalho. E se ela estiver à direita, o guá é Espiritualidade.

? Após esta identificação dos três guás, renomeamos os guás restantes, que são: criatividade (junto aos Amigos), logo a seguir Relacionamento, Sucesso, Prosperidade e Família.

Podemos agora harmonizar o escritório ou empresa da seguinte forma:

I) Carreira ou Trabalho - colocar na parede a logo da empresa. Sobre um aparador, colocar protótipos de seus produtos, uma fonte ou um aquário sobre uma mesa ou num balcão de vidro.

II) Amigos - dispor neste setor os estofados para conforto dos clientes e amigos na cor branca, ou bege. Podem ser colocados também um bar, uma mesa de cafezinho ou porta-retratos com fotos dos principais clientes.

III) Criatividade- neste guá podem ficar a mesa do gerente de planejamento da empresa, prancheta do projetista, as maquetes das obras a serem iniciadas, esculturas metálicas.

IV) Relacionamento - aqui podem estar à mesa da assistente social, quadro com o organograma da empresa, foto da chefia com todos os funcionários, quadro com cartões dos clientes.

V) Sucesso - ponha a mesa do presidente ou do gerente da empresa, quadro com recortes de jornais e revistas divulgando a empresa, troféus, cartas de elogios sobre os bons serviços prestados.

VI) Prosperidade - a mesa da diretoria financeira, um quadro com gráficos dos planos de metas e/ou gráficos mostrando a lucratividade dos negócios nos últimos anos e o projeto de expansão da empresa podem figurar neste setor.

VII) Família - o serviço médico da empresa, o quadro demonstrativo dos planos de benefícios para os funcionários e familiares e panfletos ilustrativos de como ter uma vida saudável estarão expostos aqui.

VIII) Espiritualidade ou Autoconhecimento - biblioteca, área de pesquisa, mesa de leitura e a mesa do setor jurídico.

Fonte: Benzen uol -
Dirceu Galhardi
Consultoria em Feng Shui, Radiestesia & Cromoterapia

Pequenas reformas para final de ano

Valorize o espaço


O ano chega ao fim e a vontade de renovar tanto o estilo de vida quanto os ambientes que nos cercam aumenta. Gastos com festas, viagens e presentes de natal acabam por consumir boa parte do dinheiro destinado para as despesas de final de ano e a tão sonhada reforma vai ficando sempre para o ano seguinte. Porém, com algumas pequenas mudanças, é possível renovar o visual da casa gastando pouco.

A sugestão das arquitetas Fernanda Borio e Mariana Stockler, da Borio e Stockler Arquitetura, é priorizar a locomoção no ambiente. "Testar layouts que favoreçam a circulação é ideal para quem vai receber os amigos em casa para as festas de fim de ano. Muitas vezes uma pequena mudança de layout faz a sala parecer maior, mais aconchegante e repaginada", comenta Mariana.

Fernanda dá a dica de usar espelhos e cores neutras para compor o ambiente. "Espelhos, por exemplo, fazem muita diferença na decoração, pois criam a ilusão de que o espaço é maior, enquanto cores neutras e leves criam um ar aconchegante no espaço", comenta a arquiteta.

Outra sugestão é a mudança nos revestimentos, que têm um custo acessível e não demoram para serem instalados.

Revestimentos e pequenas reformas



Uma outra maneira de repaginar a casa no fim de ano é mudar as cores do ambiente e investir em acessórios de decoração. Para isso, diversas soluções podem ser aplicadas, como uso de tintas, texturas, aplicação de madeira, pedras ou até mesmo um papel de parede. "Para dar um 'up' no visual da casa para as festas de fim de ano, sem grandes transtornos, investir em acessórios ou em mudanças de revestimentos, tanto nas paredes quanto nos móveis, é uma alternativa", indica a arquiteta Calina Mussi. A escolha agrada pelo tempo reduzido da obra e pelos valores, que se adaptam conforme os limites de gasto do cliente.

"Uma boa pedida são os papéis de parede que estão voltando com tudo e com uma gama bem variada. A tendência desta solução prática para as paredes são os papéis decorativos com baixo e alto relevo, que dão uma sensação bacana de volume, além de existirem em diversas cores", comenta Calina.

Outra opção que ajuda a renovar o ambiente é a troca de objetos de decoração, como vasos, quadros e fotografias, por peças atuais, indica Fernanda Borio. Calina complementa sugerindo o uso de tapetes para mudar o visual do cômodo. "Como essa mudança é para a época de festas, na qual a ideia é receber amigos e familiares, os tapetes mais indicados são os indianos de seda, pois são lisos, laváveis e de fácil manutenção", comenta.

A iluminação também é importante para criar um clima intimista ao receber amigos e familiares. Fernanda sugere o uso de abajures e arandelas, ou, para quem dispõe de tempo e quer investir um pouco mais na reforma, a arquiteta recomenda o rebaixamento do teto em gesso. "O gesso rebaixado, mesmo que liso, é essencial para distribuir pontos de iluminação pelo ambiente e torná-lo mais acolhedor", comenta. Outra sugestão dada por Mariana é criar rasgos nas paredes ou eliminá-las completamente. Além de favorecer a iluminação, essa ideia aumenta o espaço ou até mesmo integra outros cômodos, tornando o ambiente mais confortável para receber os convidados em um único lugar.

Fonte: Renato Trentini - Equipe BBel